CASA DO POETA | Onde a Literatura visita a Poesia

sexta-feira, 11 \11\UTC julho \11\UTC 2008

SARAMAGO QUER MAIS POESIA ESTUDADA NAS ESCOLAS


LISBOA, 11 Jul (Lusa) – O escritor José Saramago defendeu na noite de quinta-feira, em Lisboa, que a poesia portuguesa seja mais estudada nas escolas, dando como exemplo o poeta Jorge de Sena como um dos autores que deveria figurar entre os de leitura obrigatória.

“Têm-me dito que são sobretudo os romances a surgir nas leituras obrigatórias nas escolas. É tempo de dar passo à poesia”, apelou o Nobel da Literatura durante uma sessão de homenagem a Jorge de Sena realizada quinta-feira à noite no Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), promovida pela Fundação José Saramago, e que contou com a presença do ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, e ainda diversos especialistas da obra de Jorge de Sena como Eduardo Lourenço, Vítor Aguiar e Silva e Jorge Fazenda Lourenço.

Perante uma audiência que encheu totalmente o Salão Nobre do TNSC, Saramago justificou a escolha de Jorge de Sena para a sessão/debate intitulada “Um Regresso”: “É um grande poeta, um grande escritor, uma grande cabeça e um grande coração”, sublinhou, sobre o autor nascido em Lisboa, em 1919, e falecido nos Estados Unidos em 1978.

Considerado um dos grandes poetas de língua portuguesa e uma das figuras centrais da cultura portuguesa do século XX, exilou-se no Brasil em 1959 e foi viver nos Estados Unidos em 1965, onde leccionou literatura. São de sua autoria, entre uma vasta obra de poesia, ficção, teatro e ensaio, “Metamorfoses”, “Arte de Música” e “Peregrinatio ad Loca Infecta”.

Estava prevista a leitura de uma mensagem da viúva, Mécia de Sena, mas Saramago explicou que tal não foi possível porque os incêndios que têm devastado Santa Bárbara (Califórnia), onde reside, obrigaram-na a abandonar a residência habitual, que esteve ameaçada pelo fogo.

FONTE: AGÊNCIA LUSA DE NOTÍCIA

GOSTOU DO ARTIGO?APROVEITE E ASSINE GRATUITAMENTE NOSSO FEED!
SE PREFERIR, ASSINE TAMBÉM POR E-MAIL!

Anúncios

1 Comentário »

  1. Acho muito bem. Cada vez mais os jovens têm a vida facilitada nas escolas e cada vez sabem menos, principalmente ler. Veja-se como exemplo as mensagens nos telemóveis. Eles actualmente já escrevem assim nos testes. Apoiado Saramago.

    Comentário por kmmad — segunda-feira, 14 \14\UTC julho \14\UTC 2008 @ 19:10 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • RSS DICAS DE LIVROS

  • RSS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • RSS NOTÍCIAS DO DIA SOBRE POÉTICA

  • RSS NOTÍCIAS DO DIA SOBRE LITERATURA

  • RSS POESIA DO LEITOR

  • .

    Valéria Kühl Sofonof… em Biblioburro – uma biblio…
    silmara de souza,de… em Leia as mais recentes notícias…
    Thelmo Mattos em REBELDE POESIA
    Thelmo Mattos em REBELDE POESIA
    Thelmo Mattos em LIVROS MAIS VENDIDOS NO BRASIL…
    gabriella em REBELDE POESIA
    gabriella em REBELDE POESIA
    Maria Um Nome Lindo em Biblioburro – uma biblio…
    Fatima em Biblioburro – uma biblio…
    Henrique Rishi em 25 ALTERNATIVOS CULTURAIS IMPR…
  • Nos leram...

  • contador de acessos
  • ESTATÍSTICAS

    Blogalize
  • Blog no WordPress.com.

    %d blogueiros gostam disto: