CASA DO POETA | Onde a Literatura visita a Poesia

LEMA DO BLOG


“Um escritor que passasse a respeitar a intimidade gramatical das suas palavras seria tão ineficiente quanto um gigolô que se apaixonasse pelo seu plantel. Acabaria tratando-as com a deferência de um namorado ou com a tediosa formalidade de um marido. A palavra seria sua patroa! Com que cuidados, com que temores e obséquios ele consentiria em sair com elas em público, alvo da impiedosa atenção de lexicógrafos, etimologistas e colegas. Acabaria impotente, incapaz de uma conjunção. A Gramática precisa apanhar todos os dias para saber quem é que manda”

– Luis Fernando Veríssimo.

Envie este artigo por e-mail Imprima este artigo

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • RSS DICAS DE LIVROS

  • RSS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • RSS NOTÍCIAS DO DIA SOBRE POÉTICA

  • RSS NOTÍCIAS DO DIA SOBRE LITERATURA

  • RSS POESIA DO LEITOR

  • .

    Valéria Kühl Sofonof… em Biblioburro – uma biblio…
    silmara de souza,de… em Leia as mais recentes notícias…
    Thelmo Mattos em REBELDE POESIA
    Thelmo Mattos em REBELDE POESIA
    Thelmo Mattos em LIVROS MAIS VENDIDOS NO BRASIL…
    gabriella em REBELDE POESIA
    gabriella em REBELDE POESIA
    Maria Um Nome Lindo em Biblioburro – uma biblio…
    Fatima em Biblioburro – uma biblio…
    Henrique Rishi em 25 ALTERNATIVOS CULTURAIS IMPR…
  • Nos leram...

  • contador de acessos
  • ESTATÍSTICAS

    Blogalize
  • Blog no WordPress.com.

    %d blogueiros gostam disto: